Planejamento Estratégico da PGE é instituído com o propósito de traçar metas e objetivos institucionais.

“Facilitar a prestação de serviços à comunidade e à Administração Pública mediante o incentivo da resolução de conflitos sem a necessidade de iniciar um processo judicial, por meio de conciliação, mediação e arbitragem; e garantir uma comunicação mais ágil e eficaz entre o público interno da Procuradoria evitando ruídos e facilitando a resolução de problemas”. São dois eixos orientadores previstos no Planejamento Estratégico da Procuradoria Geral do Estado (PGE RO) para o período de 2020 – 2024, consolidado através da Portaria nº 135/2020.

A PGE iniciou, no ano de 2019, a elaboração do seu plano estratégico, com o propósito de traçar metas e objetivos, englobando desde a alocação dos recursos de forma eficiente, até o aprimoramento da sua atuação em áreas críticas e necessárias, servindo de apoio às atividades finalísticas e possibilitando sua execução com maior excelência.

A partir de estudos e análises, deu-se início ao avanço na construção de um modelo de gestão estratégica na Procuradoria do Estado, apto a atender as demandas e, como consequência, resultar em efetivas melhorias para a instituição e para a população rondoniense.

“Conduzir estrategicamente uma instituição pública significa a concretização mais tangível no alcance das metas desejadas por ela e nos objetivos organizacionais definidos. Além disso, possibilita a concretização de projetos e ações que resultarão em melhorias no trabalho dos membros e servidores, além da eficácia no atendimento ao fim público”, enfatizou Maxwel Mota de Andrade, Procurador-Geral do Estado.

O processo de consolidação da Identidade Organizacional se deu por meio de uma votação com os servidores da instituição com o objetivo de tornar o Planejamento o mais participativo possível, editada, posteriormente, a Portaria nº 213/2019/PGE-DRH consolidando tais elementos. Tal metodologia foi adotada com intuito de estimular  a participação de todos os servidores em cada etapa da elaboração do plano: na definição da identidade organizacional, no diagnóstico do ambiente interno e externo e na elaboração de objetivos e metas.

“Essa democratização na formulação do planejamento, sem dúvida, foi essencial para a compreensão de todos quanto ao significado e a importância em se constituir um Planejamento Estratégico, e o quanto a instituição tem que avançar e se aprimorar, a fim de acompanhar as mudanças que ocorrem constantemente no ambiente”, explica o Maxwel Mota.

O Planejamento Estratégico é utilizado como moderna ferramenta de gestão estratégica, identifica e define os principais objetivos estratégicos da instituição, direciona as ações desenvolvidas e potencializa suas forças para a prestação de serviços cada vez mais eficiente, apregoando uma cultura inovadora com foco em resultados e orientada para melhor atender ao cidadão.

PGE/RO – ASCOM



Deixe um comentário

Este website utiliza cookies para otimizar sua experiência.