TERMINA CONGRESSO NACIONAL: “Procuradores têm muito a contribuir para ajudar o País”, afirmam procuradores de Rondônia

 

No encerramento do 43º Congresso dos Procuradores FHC fez um balanço das mudanças enfrentadas pelo Brasil desde 1988, e disse que a importância atual dada às procuradorias foi reflexo do choque cultural ocorrido ao longo desses quase 30 anos.

Fernando Herique Cardoso encerrou o evento com palestra para 600 procuradores

“As Procuradorias têm uma posição estratégica na sociedade brasileira. É preciso que todos nos empenhemos para construirmos juntos um mundo melhor para todos”, afirmou Fernando Henrique para um auditório completamente lotado”.

O evento foi um sucesso. Nos três dias de programação, com auditórios lotados em todos os painéis e conferências, mais de 600 Procuradores do Estado puderam debater e refletir sobre temas de importância fundamental para a Advocacia Pública e a sociedade brasileira, bem como congraçar com colegas do todo o País.

O evento teve ainda a apresentação de 68 teses inscritas no Congresso de Procuradores. O Estado de Rondônia teve uma tese aprovada:

“A constitucionalidade, legalidade e legitimidade da cobrança administrativa de honorários em favor dos Procuradores dos estados e do Distrito Federal em razão de protestos de Certidões de Divida Ativa (CDA’s)”, de autoria dos Procuradores do Estado de Rondônia, Pedro Henrique Moreira Simões e Sérgio Fernandes de Abreu Júnior. (tese aprovada com louvor).

 

Dr. Juraci Jorge da Silva, ao lado de procuradores do Estado que participaram do Congresso Nacional de Procuradores

Ao término do Congresso, o Procurador Geral do Estado de Rondônia Juraci Jorge da Silva, e o, presidente da Associação dos Procuradores do Estado de Rondônia Tiago cumprimentaram o ex-presidente da república Fernando Henrique Cardoso. “Foi muito bem colocado pelo ex-presidente Fernando Henrique, que as Procuradorias têm uma posição estratégica na sociedade brasileira. Essa é uma preocupação permanente de nossa carreira – a de sempre refletir sobre as questões importantes da advocacia, e de propor, permanentemente, aperfeiçoamentos em prol da melhora da Justiça, ponderou Juraci Jorge. “Tenho certeza que os Procuradores dos Estados e do DF têm muito a contribuir para ajudar o País no enfrentamento da atual crise, declarou.

 

Procurador Tiago Denger Queiroz presidente da APER – Associação dos Procuradores do Estado de Rondônia com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso

Tiago Denger Queiroz consignou o apreço da Associação dos Procuradores do Estado de Rondônia (APER) pelos Procuradores do Estado. “A idéia de repensar o Direito, tendo em vista essa situação de crise que a cada momento mencionamos, é muito importante. Todos nós precisamos trabalhar juntos – agentes públicos e políticos – por uma nova nação e termos a consciência que somos servidores da sociedade. Neste sentido, a contribuição das PGEs é extremamente importante para o fortalecimento de todas as Instituições”, definiu.

 

 

 

 

Ao todo 21 Procuradores que atuam na Procuradoria Geral do estado (PGE-RO) participaram do Congresso nacional. Saõ eles:

  • APARÍCIO PAIXÃO RIBEIRO JÚNIOR
  • CARLOS ROBERTO BITTENCOURT SILVA
    ELIABES NEVES
  • FÁBIO HENRIQUE PEDROSA TEIXEIRA
  • FRANKLIN SILVEIRA BALDO
  • HAROLDO BATISTI
  • HELDER LUCAS SILVA NOGUEIRA DE AGUIAR
  • HENRY ANDERSON CORSO HENRIQUE
  • JURACI  JORGE DA SILVA
  • KHERSON MACIEL GOMES SOARES
  • LAURO LUCIO LACERDA
  • LEONARDO FALCÃO RIBEIRO
  • LERI ANTÔNIO SOUZA E SILVA
  • LUCIANO ALVES DE SOUZA NETO
  • LUIS EDUARDO MENDES SERRA
  • MAXWEL MOTA DE ANDRADE
  • OLIVAL RODRIGUES GONÇALVES FILHO
  • PEDRO HENRIQUE MOREIRA SIMÕES
  • ROGER NASCIMENTO DOS SANTOS
  • THIAGO DENGER QUEIROZ
  • VALDECIR DA SILVA MACIEL
  • WILLAME SOARES LIMA

 

FONTE

TEXTO: PAULO BESSE

FOTOS: ANEPE E PGE-RO

PGE-RO – PROCURADORIA GERAL DO ESTADO DE RONDÔNIA

 

VEJA MAIS FOTOS DO EVENTO:

  



Este website utiliza cookies para otimizar sua experiência.